• <STRONG>HIGIENE ORAL DIÁRIA</STRONG><BR>Cuidado geral da saúde oral
    HIGIENE ORAL DIÁRIA
    Cuidado geral da saúde oral

A higiene é uma das principais formas de preservar a nossa saúde. No âmbito da higiene diária não devemos esquecer o cuidado com a nossa boca durante todas as fases da vida, pois a sua ausência poderá acarretar diversas afeçãos.

Por volta dos seis meses, quando surgem os primeiros dentes, é conveniente começar a cuidar deles. Depois do biberão ou da refeição é aconselhável usar uma gaze húmida para limpar a boca do bebé, dando também especial atenção às gengivas. Recomenda-se a consulta de um odontopediatra para acompanhamento do desenvolvimento correto da dentição.

É responsabilidade dos pais, sob a orientação profissional do odontopediatra, incutir bons hábitos de higiene oral nas crianças. É importante escolher uma escova de dentes adequada, com filamentos macios, para efetuar uma limpeza eficaz dos dentes e das gengivas. Da mesma forma, a seleção da pasta ou do gel dentífrico deve ser realizada com o auxílio do profissional de saúde oral e higiene. Na maioria dos casos recomenda-se flúor (tem um efeito fortalecedor do esmalte dentário), o qual deve ser administrado de forma responsável de acordo com a idade da criança. A utilização de colutórios pode ser iniciada quando a criança adquire a capacidade de cuspir e não engolir o líquido.

Na adolescência, conforme se vão alterando as dimensões da cavidade oral, é conveniente substituir a escova de dentes e a pasta dentífrica infantil por produtos para adultos. Na fase adulta devem manter-se para o resto da vida os hábitos de higiene oral adquiridos, juntamente com as revisões periódicas por parte do médico dentista.

PROBLEMÁTICAS ASSOCIADAS

A cavidade oral apresenta um ecossistema altamente diversificado, podendo conter até 600 espécies microbianas diferentes que colonizam os diversos habitats. O biofilme oral (placa dentária) é uma comunidade complexa e organizada de microrganismos que podem colaborar entre si na criação de condições propícias para a sobrevivência das espécies microbianas mais exigentes. Estes microorganismos patogénicos que se encontram no biofilme oral são responsáveis pela etiologia das duas principais afeçãos orais: a cárie e a periodontite. Além disso, uma higiene oral descurada pode chegar a causar, a longo prazo, a perda dos dentes.

LIMPEZA ORAL

O objetivo de uma boa higiene oral é a remoção do biofilme oral e a eliminação dos seus efeitos nocivos sobre os dentes e as gengivas. As principais regras que devem ser seguidas são:

  • Utilizar reveladores de placa dentária. Estes tornam o biofilme oral mais visível e, portanto, facilitam a escovagem.
  • Lavar os dentes diariamente. A escovagem dos dentes é realizada para remover os resíduos alimentares que ficam na boca após as refeições, mas sobretudo para remover a placa dentária dos dentes. Deve ser efetuada, pelo menos, três vezes por dia e pode demorar entre três e quatro minutos.

É necessário utilizar uma técnica de escovagem correta. Existem várias técnicas de escovagem, mas não há uma técnica única que seja adequada para todas as pessoas, pois a escovagem é determinada pela morfologia da dentição, pela destreza manual do indivíduo, etc. A técnica de escovagem recomendada é aquela que permite a remoção do biofilme oral de uma forma confortável, num tempo adequado e sem causar qualquer tipo de lesão nos tecidos.

A técnica que apresentamos é a Técnica de Bass, pois permite eliminar os microorganismos que se encontram na margem gengival e que causam as afeçãos das gengivas. Esta técnica consiste em inclinar a escova num ângulo de 45 graus entre o dente e a gengiva, de forma a que os filamentos estejam em contacto com a margem gengival do dente e alcancem dois ou três dentes. É conveniente fazer movimentos muito pequenos com o cabo, de vibração ou circulares, sem pressão e sem que os filamentos saiam da sua posição na gengiva. Na face interna dos incisivos, a escovagem deve ser realizada com a escova posicionada verticalmente.

Se optar pela nossa escova, recomendamos que o tamanho da cabeça não seja muito grande e que os filamentos tenham uma dureza média ou suave, para se adaptarem melhor à anatomia dentária e não serem abrasivos. A escova de dentes deve ser substituída, aproximadamente, a cada 2-4 meses, dependendo do seu estado de desgaste. Uma escova desgastada não permite uma remoção adequada do biofilme oral, além disso, pode lesionar as gengivas. Se utilizar uma escova de dentes elétrica, lembre-se que já tem movimento e que, portanto, deverá movê-la muito lentamente sobre a superfície, podendo inclusive imitar uma técnica de escovagem convencional, se a cabeça o permitir.

Para limpar entre os dentes (espaços interproximais), deverão utilizar-se fitas ou fios dentários ou, se os espaços forem amplos, escovilhões interproximais de diversos tamanhos. É muito importante limpar estas zonas, pelo menos, uma vez por dia, pois representam 40% das superfícies dentárias. Portanto, se não se utilizarem fios dentários ou escovilhões interproximais, ficará por limpar quase metade da boca.

  • Efetuar a limpeza da língua. Estão disponíveis raspadores de língua especiais que facilitam este trabalho. A língua deve ser limpa com um movimento de trás para a frente, para remover restos de alimentos, células descamadas, mucosidades, microorganismos, etc.
  • Utilizar irrigadores orais. A aplicação direta de um jato de água ou de colutório ajuda a eliminar os microorganismos depositadas nos dentes, nas gengivas e nas zonas de mais difícil acesso.
  • Bochechar com um colutório (para utilização diária ou específico dependendo das necessidades) ajuda a conseguir uma higiene oral completa, reduzir eficazmente o biofilme oral e proporcionar a máxima frescura.
  • Controlar o consumo alimentar açucarados. O ideal é evitar comer esse tipo de alimentos, mas, se forem consumidos, é importante lavar os dentes depois.
  • Consultar regularmente o dentista. É aconselhável consultar o médico dentista para fazer uma revisão da boca, pelo menos, 1-2 vezes por ano, e para a realização de uma limpeza profissional.

A SOLUÇÃO DENTAID

VITIS VISTA DO PRODUTO


Política de cookies

As configurações de cookies foram salvas / atualizadas corretamente com as preferências indicadas.

Fechar