• <strong>ORTODONTIA</strong><br>Proteção e limpeza<br>de aparelhos fixos ou removíveis
    ORTODONTIA
    Proteção e limpeza
    de aparelhos fixos ou removíveis

Atualmente existe uma percentagem elevada da população com maloclusões e dentes mal posicionados que necessitam de intervenção de ortodontia. A sua ação permite restabelecer a funcionalidade da boca, assim como melhorar a estética dentária e facial e, portanto, aumentar a qualidade de vida do utente.

A intervenção ortodôntica pode ser efetuado em crianças desde tenra idade. Até há pouco tempo atrás, a maioria dos utentes das clínicas de ortodontia eram crianças, mas nos últimos anos verificou-se um aumento destas intervenções em adultos, que passaram a representar praticamente 50% dos utentes.

As intervenções ortodônticas podem ser realizadas com aparelhos removíveis ou com aparelhos fixos. Os aparelhos removíveis são os que ficam ajustados ao perfil do doente e podem ser extraídos em qualquer momento. Os aparelhos fixos são constituídos por pequenas peças coladas aos dentes por meio de resinas, e que ficam ligadas entre si por um arco metálico. A tensão aplicada pelos arcos move os dentes com muita precisão, para que fiquem na posição pretendida.

PROBLEMÁTICAS ASSOCIADAS

Quando o odontologista verifica que é necessário corrigir a posição dos dentes ou resolver problemas de maloclusão, recomenda uma intervenção ortodôntica.

Apesar dos avanços nas intervenções de ortodontia, continua a ser um desafio significativo minimizar os distúrbios frequentes que podem surgir durante o processo, e que comprometem o seu sucesso, assim como a qualidade de vida dos utentes. A complexidade da eliminação do biofilme oral (placa dentária) em zonas altamente retentivas, como as que se formam com os aparelhos de ortodontia, pode originar inflamação gengival, cáries e halitose.

Após a colocação e ativação de um aparelho de ortodontia, surgem manifestações de dor e/ou distúrbios devido à pressão exercida durante a mastigação ou ao apertar com força os dentes. Além disso, são muito frequentes as ulcerações devido à fricção das diversas peças do aparelho ortodôntico nos tecidos moles, as quais dificultam e limitam a alimentação e, em alguns casos, também a fala.

LIMPEZA EM PORTADORES DE APARELHOS ORTODÔNTICOS

É importante que os utentes recebam instruções sobre as regras adequadas de higiene oral para minimizar este conjunto de complicações durante a intervenção ortodontica. Os utilizadores de aparelhos fixos devem prestar a maior atenção à sua higiene oral, pois são quem pode apresentar os problemas mais comuns da ortodontia: acumulação de biofilme oral, gengivite, cáries, mau hálito, etc. Devido a estes fatores, deve realizar-se uma higiene oral completa, sem esquecer a limpeza interproximal. É necessário que o utente utilize escovas de dentes que tenham o perfil dos filamentos em forma de V, que se adaptam à forma dos aparelhos de ortodontia, juntamente com uma pasta dentífrica e um colutório com uma formulação específica para utilizadores de aparelhos ortodônticos. Além disso, recomenda-se também a aplicação de uma cera ortodôntica sobre os aparelhos fixos para prevenir o aparecimento de aftas.

Além da manutenção de uma boa higiene oral, convém que os utilizadores de aparelhos ortodônticos sigam algumas regras para manter os aparelhos em bom estado:

  • Não comer alimentos duros, tais como nozes, amêndoas, pão torrado e sementes.
  • Não ingerir alimentos pegajosos e/ou açucarados, como pastilha elástica, gomas, rebuçados ou outros semelhantes.
  • Ter cuidado com caroços de fruta e legumes rijos.
  • Não cortar alimentos com os dentes. Usar faca e garfo para os cortar em pedaços pequenos.

A SOLUÇÃO DENTAID

VITIS VISTA DO PRODUTO


Política de cookies

As configurações de cookies foram salvas / atualizadas corretamente com as preferências indicadas.

Fechar